quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

O fator humano sobre a mudança climática


Warm
Crédito: Getty Images.
É “muito provável” que as atividades humanas sejam “uma das principais causas do aquecimento” da Terra desde 1950, segundo um estudopublicado na revista Nature Geoscience. Segundo os autores, na época a contribuição dos fenômenos naturais para o aquecimento global, como a radiação solar, era “próxima a zero”.
A maioria das previsões sobre o aumento das temperaturas provocado pelos gases do efeito-estufa emprega uma técnica chamada “mapeamento ideal”, que envolve análises estatísticas de complexos modelos climáticos. "É uma técnica eficaz, mas para muita gente, é uma caixa preta", explica Reto Knutti, do Instituto de Ciência Climática e Atmosférica da Suíça, um dos co-autores do novo estudo.
Knutti e o pesquisador Markus Huber preferiram se concentrar na mensuração dos fatores que influenciam a quantidade de energia total do planeta – por exemplo, a radiação solar, a energia solar que deixa a Terra, o calor absorvido pelos oceanos e refletido pela neve e o gelo, assim como os efeitos dos gases-estufa. Os pesquisadores combinaram diferentes parâmetros milhares de vezes, utilizando um modelo bem mais simples.
Apesar das diferenças entre as técnicas, os resultados foram bastante similares aos encontrados por modelos existentes.
Levando em consideração todos esses fatores, os pesquisadores descobriram que o aquecimento da Terra deveria ter sido de 0,51°C nos últimos 60 anos, muito próximo do aumento observado anteriormente, de 0,55°C. Também descobriram que alterações na radiação solar foram responsáveis por mais de 0,07°C.
Mesmo considerando a possibilidade de uma “oscilação” natural aleatória no clima da Terra, ela dificilmente seria responsável por mais de 26% do aumento observado da temperatura; mesmo se o clima do planeta variasse três vezes mais que a média atual, ainda seria "extremamente improvável que a variabilidade interna produzisse uma tendência tão grande como a observada”, afirmam os autores do estudo.
Essas observações posteriores geraram manchetes como “75% do aquecimento global é causado pelo homem”. Mas como o climatologista Kevin Trenberth ressaltou em um e-mail publicado por Joe Romm no blogClimate Progress, essa visão é um tanto capciosa:
"Segundo o estudo, é muito provável que todo o aquecimento observado nos últimos 50 anos seja provocado por atividades humanas, enquanto a variabilidade natural pode ter contribuído com até 25% desse total em qualquer período comparável. A recente desaceleração do aumento da temperatura global sugere que a variabilidade natural contribuiu para equilibrar a ação humana".
De fato, o estudo da Nature Geoscience indica que, sozinhos, os gases do efeito-estufa deveriam ter aquecido o planeta em cerca de 0,85° C desde a década de 1950. A principal razão para as temperaturas globais não terem aumentado tanto é porque o aquecimento provocado pelodióxido de carbono e outros gases foi parcialmente neutralizado pelos mecanismos resfriadores dos aerossóis de sulfato, advindos de atividades industriais e erupções vulcânicas, que refletem a luz do Sol e desviam sua energia para o espaço.
Piers Forster, Professor de Mudança Climática da Universidade de Leeds, na Inglaterra, declarou ao blog Carbon Brief que o novo estudo é "bastante convincente”.
“As observações e a lei da conservação de energia demonstraram que os gases do efeito-estufa são responsáveis pelo aquecimento global, e este cenário alternativo viola essa lei da natureza. Demonstrações anteriores se basearam em modelos climáticos complexos, mas esta demonstração não precisou de tais modelos, apenas de observações cuidadosas da terra, do oceano e dos gases atmosféricos”, esclarece Foster.
Huber e Knutti concluíram que seu estudo, combinado com as evidências existentes, "levam a uma confiança ainda maior na influência humana como fator dominante para o aumento de temperatura observado desde a era pré-industrial”.


Fonte: Discovery Noticias - http://blogs.discoverybrasil.uol.com.br/noticias/clima/
Postar um comentário

Últimas dos Blogs